Como viajar sem sair de casa (e sem chichês)

José Ricardo Borges de CarvalhSinceramente: Em tempos de instabilidade política e econômica, o que te parece a ideia de morar em outro lugar? Esse lugar poderia ser, digamos, fora do Brasil? Nesse caso, te interessaria um programa que conta como é a vida de brasileiros que se aventuram muito longe de casa? Pois saiba que a Rede Bandeirantes exibe um programa de reality show que pode te informar e te inspirar na medida certa. Ou, ao menos, abrir a sua cabeça para um conceito de reality show que vai muito além de acompanhar o confinamento de pessoas desconhecidas em uma casa confortável ao longo de alguns meses. Vai muito mais longe. Aliás, ele poderia, sem exagero, se passar em qualquer lugar do mundo. O mundo segundo os brasileiros, no ar desde 2011, já fez sua própria volta ao mundo, ao longo de seis temporadas. Talvez você nunca tenha ouvido falar dele, por não ser tão badalado quanto outros grandes programas de entretenimento da Band, como o Masterchef e o É tudo improviso. Ainda assim, O mundo segundo os brasileiros vem se destacando na grade de programação da emissora como uma alternativa interessante aos programas convencionais sobre viagens que as suas concorrentes costumam oferecer ao público.

Inspirado em um programa da televisão argentina e criado em parceria com a Eyeworks,  ele traz relatos reais de brasileiros sobre como é a vida onde eles moram, além de dicas e roteiros para passeios turísticos. Cada episódio tem cerca de 40 minuyos e se dedica a uma cidade, que pode ser na Índia, no Chile, na Tanzânia ou na Islândia. É grande a chance de ser em um país que você não saberia apontar onde fica no mapa e nem mesmo sonha em conhecer algum dia. Este talvez seja o principal ponto de carisma do programa: trazer o exótico (a vida em uma cidade distante) contado por alguém familiar (um brasileiro). Sem um concorrente direto na televisão aberta, o reality conta com uma produção que equilibra muito bem informação, viagem e entretenimento. Prometendo ao espectador “embarcar em uma viagem pelos quatro cantos do planeta sem sair de casa”, o programa desperta o interesse tanto de quem tem curiosidade em saber como vive alguém que se mudou para o outro lado do mundo, quanto de quem está planejando uma viagem e ainda de quem apenas deseja sentar na frente da televisão e relaxar. Isso tudo em uma produção que, livre das obrigações e dos vícios do jornalismo, vai além das notícias e das matérias estilo guia-de-turismo. Ele nos apresenta histórias reais e experiências de turismo local de um jeito que o jornalismo não é capaz de reproduzir. O Jornal da Band nunca poderia ir tão longe quanto O mundo segundo os brasileiros vai. Literalmente.